O Palmeiras poderia chegar para o clássico de domingo (5) contra o Corinthians, no Itaquerão, na disputa pela liderança do Campeonato Brasileiro. O tropeço em casa frustrou as pretensões da equipe, mas não fez o técnico Alberto Valentim perder o aproveitamento de campeão antes da 32ª rodada da competição.

Classificação e jogos

Como interino e agora efetivo, Valentim já dirigiu o Palmeiras em cinco momentos. Ao todo foram 15 jogos, com nove vitórias, dois empates e quatro derrotas desde janeiro de 2014 quando chegou ao clube – inicialmente, ficou até dezembro de 2016 e voltou após o término do Campeonato Paulista deste ano. Valentim havia deixado o clube para treinar o Red Bull Brasil.

Os números totais dão ao jovem treinador 64,4% de aproveitamento. Diante de tamanha queda, o rival Corinthians chegou a 63,4% de aproveitamento nas 31 rodadas completas do Brasileirão até aqui: são 17 vitórias (14 no primeiro turno), oito empates e seis derrotas.

Valentim assumiu o Palmeiras pela primeira vez depois da saída de Gilson Kleina, em maio de 2014, quando conquistou quatro vitórias, um empate e duas derrotas. Quatro meses depois, foi chamado para substituir Ricardo Gareca e sofreu apenas um revés.

 Faça apostas em nosso parceiro acessando site de apostas de futebol

Em junho do ano seguinte, Valentim voltou a apagar o incêndio após a demissão de Oswaldo de Oliveira e conseguiu os três pontos. Mesmo desempenho quando foi o interino depois de Marcelo Oliveira, em março de 2016. O treinador também esteve presente no lugar do suspenso Cuca em uma partida no Brasileirão do ano passado e saiu com a derrota.

Desde que foi efetivado no cargo (pelo menos até o fim deste ano), o ex-lateral-direito estava com 100% de aproveitamento até o empate contra o Cruzeiro em pleno Allianz Parque. Além do 2 a 2, foram três empates na campanha que levou o time a vice-liderança do Brasileirão.

Os números ao longo da trajetória no Verdão são de campeão mas, mesmo assim, a diretoria não se apressa em bancar o treinador para o próximo ano. O presidente Mauricio Galiote se limitou a dizer que “até qualquer outra informação que eu passe aos senhores [jornalistas], o técnico do Palmeiras é o Alberto Valentim.”

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *